Prova de Vida e Renovação de Senha

Como forma de manter os dados do beneficiário atualizados e evitar fraudes no pagamento de benefícios, em 2012, surgiu o projeto de recadastramento INSS (Resolução INSS n. 141/2011). Anualmente, todos os beneficiários devem provar que estão vivos para que possam continuar recebendo o benefício.

Até quando deve ser feito o recadastramento?

Os prazos são definidos anualmente. Para quem não fez a prova de vida até o final de 2017, o recadastramento deve ser realizado até o dia 28 de fevereiro de 2018.

Como realizar a prova de vida?

A prova de vida e renovação de senha deverão ser efetuadas pelo recebedor do beneficio, mediante identificação pelo funcionário da instituição financeira ou por sistema biométrico em equipamento de autoatendimento que disponha dessa tecnologia.

E se o beneficiário não tiver como se locomover até a agência bancária?

A prova de vida e renovação de senha poderão ser realizadas pelo representante legal ou pelo procurador do beneficiário legalmente cadastrado no INSS.

Como quem mora no exterior pode fazer prova de vida?

Os segurados que residem no exterior também podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS ou por meio de documento de prova de vida emitido por consulado, bem como pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS, que está disponível no site da Repartição Consular Brasileira ou no site do INSS.

Quais documentos são necessários para o recadastramento?

Documentos oficiais com fotos, com por exemplo: Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, Carteira de Habilitação, etc.

O que acontece se o procedimento não for realizado?

O pagamento será interrompido até que o segurado e/ou pensionista compareça à agência bancária para realizar a prova de vida.

É necessário comparecer ao INSS?

O segurado só será chamado à agência do INSS em caso de suspeita de veracidade das informações prestadas.

Evite o bloqueio de seu benefício, caso não tenha certeza de sua situação cadastral, procuro sua agência bancária. Se a situação não for resolvida, procure sua agência do INSS ou entre em contato com um profissional especializado.

Deixe uma resposta

Fechar Menu