Acerto de Vínculos e Remunerações no INSS

Acerto de Vínculos e Remunerações no INSS

Para conceder uma aposentadoria ou qualquer outro benefício, o INSS utiliza um sistema chamado Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS, que contém informações acerca do histórico de contribuições de cada segurado. É com base nas informações contidas nesse sistema que são calculados o tempo de contribuição e os valores que serão pagos por cada benefício, caso o requerimento seja concedido. 

 Por muitos anos, a inserção de informações nesse sistema foi feita de forma manual, abrindo possibilidades para divergências e inconsistências, além de imprecisões comuns aos processos migratórios para sistema eletrônicos. 

 Em virtude disso, é muito importante que as informações contidas no CNIS estejam corretas e demonstrem todos os vínculos de serviço ou contribuições efetuadas pelos segurados, assim como os valores recolhidos, a fim de se evitar transtornos futuros com a negativa de direitos ou pagamentos de valores a menos aos beneficiários.  

Além do CNIS, outros documentos, como carteira de trabalho, contra-cheques, carnês e demais documentos ligados a sua vida profissional, podem comprovar tempo de serviço ou contribuições que não constem do sistema, ou que constem em valores incorretos, e podem ser utilizados para que se faça o Acerto de Vínculos e Contribuições do segurado, garantindo que o INSS possua toda a documentação necessária para a análise do respectivo direito.

O acerto de vínculo também é um ótimo instrumento para manter consistente seu planejamento previdenciário e garantir a melhor aposentadoria possível para o seu perfil.

Portanto, é muito importante que se mantenha todas as informações corretas perante o INSS e para isso existe o ACERTO DE VÍNCULOS E REMUNERAÇÕES. Através desse serviço é possível realizar a inclusão, exclusão e alteração de informações no histórico do segurado, garantido, por exemplo, que o segurado poderá se aposentar no tempo correto e que o valor do benefício não será inferior ao que realmente deve ser pago.

 Antecipe-se e evite transtornos futuros.  

Procure um especialista e consulte sua situação. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu