5 PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE INSS E APOSENTADORIA

5 PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE INSS E APOSENTADORIA

As 5 principais dúvidas sobre INSS e aposentadoria será o tema do nosso artigo de hoje.

Primeira: O que é o INSS?

É a sigla para Instituto Nacional de Seguro Social, tecnicamente se trata de uma autarquia da Administração Pública Federal.

Mas, para ficar mais fácil vamos chama de órgão.

Atualmente esse órgão é subordinado ao Ministério da Economia.

É responsável administrar e analisar os pedidos de benefícios previdenciários (aposentadoria, auxílio-doença, salário maternidade, …).

Quem trabalha com Carteira assinada ou recolhe o INSS pelas formas legais vai parar em um banco de dados chamado CNIS.

Segunda: E o que é o CNIS?

É o Cadastro Nacional de Informações Sociais.

Nada mais é do que um Extrato com todas as informações do trabalhador relacionada aos seus vínculos de emprego.

Nesse extrato vão constar seus vínculos, suas contribuições e remunerações.

Podemos dizer que esse é o documento mais para importante para sua aposentadoria.

É preciso analisá-lo com calma antes de apresentar qualquer pedido ao INSS.

Caso falte alguma informação ou tenha anotações erradas no seu CNIS  será necessário fazer a correção.

Terceira: Como consultar o INSS?

Consulta ao INSS é importante para sabe se todas as informações no seu CNIS estão anotadas de forma correta ou se será necessário fazer alguma correção.

O atendimento no INSS tem ficado cada vez mais informatizado, mas  o segurado/ trabalhador ainda pode ser atendido diretamente nas Agências do INSS ou através do telefone 135.

Sempre que busca qualquer informação no INSS é importante ter em mão seus documentos pessoas (RG, CPF e Carteira de Trabalho).

Quarta: Como corrigir o CNIS?

Para corrigir o CNIS é necessário iniciar um Processo Administrativo no INSS.

Para isso você deve apresentar a informação ausente ou errada e apresentar os documentos que comprovem sua alegação.

Os documentos mais comuns para corrigir o CNIS são:

  • carteira de trabalho,
  • extrato analítico do FGTS,
  • contratos, e
  • holerites (contra-cheques).

Caso necessário também poderá apresentar testemunhas por meio de um procedimento chamado Justificação Administrativa.

Se você já for aposentado e só descobriu agora a existência de erro no seu CNIS, talvez seja o caso de revisar a aposentadoria.

Quinta: E se o INSS não aceitar meu pedido?

Se o INSS não aceitar o pedido será possível:

  • apresentar Recurso para a Junta de Recursos, ou
  • ingressar com uma Ação Judicial na Justiça Federal.

Saiba também o que fazer se o INSS negar sua aposentadoria clicando aqui.

O que será melhor deve ser analisado em cada caso concreto e caso você esteja em dúvida poderá procurar um profissional de sua confiança.

Essas são as 5 principais dúvidas sobre INSS e aposentadoria que respondemos com frequência aqui no escritório.

Ficou com alguma dúvida?

Caso ainda tenha ficado com alguma dúvida, deixe seu comentário ou entre em contato diretamente conosco clicando aqui.

Deixe uma resposta

Fechar Menu